Homilias

A fé cura a alma, abre horizontes, faz-nos acolher o que está além de nós, reconhecer a Sua omnipotência, mas também a Sua proximidade. A fé dilata o nosso coração, faz-nos ver a nossa pequenez… A fé é garantia para a vida toda, até à eternidade.

«Havia um homem rico, que se vestia de púrpura e linho fino e se banqueteava esplendidamente todos os dias. Um pobre, chamado Lázaro, jazia junto do seu portão, coberto de chagas. Bem desejava saciar-se do que caía da mesa do rico, mas até os cães vinham lamber-lhe as chagas».

Jesus termina a parábola do administrador sagaz dizendo que «nenhum servo pode servir a dois senhores, porque, ou não gosta de um deles e estima o outro, ou se dedica a um e despreza o outro. Não podeis servir a Deus e ao dinheiro».
Há que fazer escolhas!

Quem de vós, que possua cem ovelhas e tenha perdido uma, não deixa as outras 99, para ir à procura da que anda perdida? Quando a encontra, põe-na alegremente aos ombros e chama os amigos e vizinhos e diz-lhes: “Alegrai-vos comigo, porque encontrei a minha ovelha perdida”

Diz Jesus aos Seus discípulos: «Se alguém vem ter comigo, e não Me preferir ao pai, à mãe, à esposa, aos filhos, aos irmãos, às irmãs e até à própria vida, não pode ser meu discípulo. Quem não toma a sua cruz para Me seguir, não pode ser meu discípulo».

Convidado por um importante fariseu… Jesus observa… Quando ofereceres um almoço ou um jantar, convida os pobres, os aleijados, os coxos e os cegos; e serás feliz por eles não terem com que retribuir-te: ser-te-á retribuído na ressurreição dos justos

Não sabemos a intenção de quem interroga Jesus, mas a resposta recentra-nos no que nós podemos e devemos fazer, responsabiliza-nos no caminho da salvação. «Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, porque Eu vos digo que muitos tentarão entrar sem o conseguir».

A Assunção de Nossa Senhora – verdade de fé confirmada pelo Papa Pio XII, a 1.11.1950, a partir da sensibilidade do povo de Deus, que há muito considerava que Àquela que acolheu o Filho de Deus, gerando-O e dando-O ao mundo, teria que estar onde está o filho…

As palavras de Jesus aos Seus discípulos são, mesmo contextualizadas, são provocadoras, interpelam, questionam, colocam em causa frases feitas e saberes pretensiosos. Pensais que vim trazer a paz à terra? Digo-vos que não. Vim trazer a divisão, colocar-vos uns contra os outros!

Vigilância cristã: oração e serviço. É bem conhecido o lema de São Bento, regra da ordem beneditina: ora et labora (reza e trabalha). Ou a expressão de Santo Inácio de Loiola: «Age como se tudo dependesse de ti, mas consciente de que na realidade tudo depende de Deus».