Homilias

Deus misericordioso, atendei propício as nossas súplicas; e, como sem Vós nada pode a fraqueza humana, concedei-nos sempre o auxílio da vossa graça, para que as nossas vontades e ações Vos sejam agradáveis no cumprimento fiel dos vossos mandamentos

Não são os ritos, os sacrifícios, os holocaustos que comovem a Deus, mas a misericórdia, a bondade, a ternura. Identificamo-nos com Deus pela compaixão. A fé há de preceder as obras precisamente porque nos coloca na sintonia com o amor de Deus…

«Deus Pai, que revelastes aos homens o vosso admirável mistério, enviando ao mundo a Palavra da verdade e o Espírito da santidade, concedei-nos que, na profissão da verdadeira fé, reconheçamos a glória da eterna Trindade e adoremos a Unidade na sua omnipotência».

Jesus envia-os e compromete-os com a Sua missão. «Todo o poder Me foi dado no Céu e na terra. Ide e ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-as a cumprir tudo o que vos mandei. Eu estou sempre convosco até ao fim dos tempos».

Jesus vai partir. Antes da partida, o Seu testamento. Amar, servir, dar a vida, permanecer. Não nos deixará órfãos. Permanecerá connosco, se permanecermos n’Ele. Vai ser morto, mas ao terceiro dia ressuscitará. Irá para a Casa do Pai, para onde nos levará

Eu sou a água viva, quem beber desta água terá a vida eterna; Eu sou o Pão da vida, o Pão que o Pai vos dá; Eu Sou a porta pela qual entram as ovelhas; Eu sou o Bom Pastor e dou a vida pelas minhas ovelhas; Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida.

«Eu sou a porta das ovelhas. Aqueles que vieram antes de Mim são ladrões e salteadores, mas as ovelhas não os escutaram. Eu sou a porta. Quem entrar por Mim será salvo: é como a ovelha que entra e sai do aprisco e encontra pastagem».

A confiança em Alguém que é fiel, sempre foi e será, que nos garante o futuro, nos garante que sairemos vencedores, assim acolhamos o Seu amor e a Sua vida, permite-nos arriscar e comprometermo-nos com os outros, e apostar na transformação do mundo…

«A paz esteja convosco. Assim como o Pai Me enviou, também Eu vos envio a vós». E, dito isto, soprou sobre eles e diz-lhes, a eles, e diz-nos, a nós: «Recebei o Espírito Santo: àqueles a quem perdoardes os pecados ser-lhes-ão perdoados; e àqueles a quem os retiverdes ser-lhes-ão retidos».

Completamente esgotado, a respirar a custo… A Sua oração ao Pai respira este aparente abandono – «Meu Deus, meu Deus, porque Me abandonastes?». É o início do longo Salmo que termina confiando, entregando-se e suplicando a Deus.