Manuel Gonçalves

Primeira Comunhão e Corpo de Deus – 2022

Os meninos do terceiro ano da catequese que comungaram pela primeira vez: Afonso; Ana Marta; Carolina Soares; Filipe Macedo; Gabriel; Gustavo; Maria Teresa, e Mateus Oliveira. Acompanharam-nos e prepararam-nos os catequistas: Ana Beatriz; Ana Carolina, e Leandro Miguel.

Santíssima Trindade e Profissão de Fé

Professaram a sua Fé: Catarina Ferreira; Duarte Crisóstomo; Francisco Fernandes; Gonçalo Lemos; Helena; Jaime; José Carlos; Lara Maria; Luna Pinto; Margarida Isabel; Nadine, e Pedro Tomás. Prepararam-nos e propuseram-nos para a Profissão de Fé as suas catequistas: Clara Castro, Sofia Barradas e Bárbara Longa.

Bênção dos Finalistas do Ensino Secundário

No dia 11 de junho de 2022, depois da Missa com as crianças da catequese, a Missa dos Finalistas, com 13 jovens a concluírem este trajeto do ensino secundário. Família, amigos, direção e professores do Agrupamento que acompanharam os nossos jovens no percurso escolar.

Primeira Comunhão em Dia da Mãe

Fizeram a Primeira Comunhão: Carina, Francisca, Gabriel, Leandro Miguel, Lucas Rafael, Matilde, Nina e Tomás. Antes de chegar esse momento, celebrámos o batismo do Gabriel. Depois dos escrutínios preparatórios, em tempo de Quaresma, chegou o momento de o Gabriel integrar o grupo dos discípulos de Jesus, incorporando-se ao Seu Corpo que é a Igreja.

Celebração do Tríduo Pascal

O Tríduo Pascal é o centro da liturgia, do ano litúrgico, pois concentra, sintetiza, fundamenta toda a vida cristã, a oração, os sacramentos, a Igreja. O mistério pascal no seu esplendor e profundidade, caminho, doação, entrega.

Domingo de Ramos na Paixão do Senhor

Como o título sublinha, este Domingo começa com a entrada triunfal de Jesus na cidade santa de Jerusalém, no início de uma semana densa e intensa, cujo desfecho está na Cruz. Um desfecho, porém, não último e não definitivo, esse está guardado para a ressurreição! A bênção dos Ramos, como a procissão até à Igreja, evoca a multidão que aclama Jesus, depondo as capas no chão, na descida do monte das Oliveiras. Já na Igreja, a liturgia apresenta-nos a narração do Evangelho da Paixão, a três vozes. É notória a aceleração do tempo, da Última Ceia ao último suspiro de Jesus.